E a pandemia?

Pois é.

Como ficaremos sem mercado de trabalho e sem sustentação pelo governo federal? E os Estados e Municípios, o que farão?

A pandemia recrudesceu e as perspectivas não são as melhores.

Ao contrário, os especialistas avisam que a variante “Manaus” é muito pior que a original.

Se 2020 foi difícil, apesar da alavancagem proporcionada pelo Congresso, imaginemos 2021.

Não é factível, não dá para imaginar.

Precisamos, ao menos, volver a 2020.

O que era péssimo pode e deve ficar ainda pior.

Não há como falar no longo prazo, não há como imaginar as vendas pelo comércio ou pela indústria no mercado interno. O mercado externo sobreviverá, a China é nossa cliente principal.

Empresas exportadoras podem sobreviver.

Estamos em guerra interna e sem armas.

As vacinas, incipentes.

E a probalidade de não serem eficazes.

Não, a gente nunca viu nada igual.